Queloide: uma revisão breve
PDF

Palavras-chave

Queloides, cicatrização patológica, fisiopatologia, tratamento

Resumo

A cicatrização de feridas ocorre em três fases: inflamação, formação de tecido de granulação e remodelação. Qualquer alteração em uma das fases pode resultar em cicatriz patológica, que podem causar prurido, dor, contraturas, além de afetar a qualidade de vida do paciente.

O presente estudo tem como objetivo revisar na literatura as principais teorias de formação de cicatrizes queloidianas, tratamentos preconizados,  elucidando os mecanismos de ação no processo de cicatrização.

Foram realizadas pesquisas na base de dados PubMed em 03 ocasiões  diferentes. Foram pesquisadas as palavras-chave: ”keloids and reviews” e “keloids  and topical treatment” nos  últimos 10 anos,  e “keloid scars  and treatment” nos últimos 05 anos. 

Apesar de a cicatrização patológica possuir vários tratamentos descritos, a maioria apresenta alta taxa de recorrência e de falha, devido à complexidade e compreensão limitada da sua fisiopatologia. Os principais tratamentos estão relacionados no artigo.

Os tratamentos descritos agem em um ou mais elementos envolvidos no processo da cicatrização. São necessários mais estudos focados nos mecanismos de interação da cascata inflamatória com o tecido para possibilitar desenvolvimento de tratamentos com mais eficiência e menos efeito adverso.

PDF
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.